José Mindlin

Hoje, 28 de fevereiro de 2010, morreu José Mindlin com 95 anos de falência múltipla de órgãos. Depois que Fernando Henrique Cardoso mudou a lei em 1996, que obrigava as pessoas a pagarem 25% do valor das doações, Mindlin permitiu doar 38 mil livros a Universidade de São Paulo. Somente depois de quase 10 anos da doação, quem passa em frente à Faculdade de Letras pode ver o começo da construção da biblioteca que homenageará o bibliófilo e que hospedará grande parte de seus livros.


 
 
Mindlin nasceu em São Paulo em 8 de setembro de 1914. Formado em direito pela USP, foi redator do jornal O Estado de S. Paulo de 1930 a 1934 e foi advogado até 1950. Apesar da coleção, o grande colaborador da cultura de leitura escreveu apenas 3 livros: Uma Vida entre Livros, Reencontros com o tempo e Memórias Esparsas de uma Biblioteca. Em 98 lançou o CD O Prazer da Poesia.

Agora somente nos resta esperar que a USP termine logo a construção da biblioteca e que o homenageie a sua altura.


Michele Lima

Blogueira, tradutora, revisora, redatora, professora e pau pra toda obra. contato: michele_silvalima
@yahoo.com.br

Próximo
« Prev Post
Anterior
Next Post »
Comentários
4 Comentários
4 comentar
avatar

Acho que era para ele ver a abertura da biblioteca em sua homenagem. Infelizmente, a obra está longe de ficar pronta...

Responder
avatar

Quem sabe eles terminam antes da filha morrer tb!

Responder
avatar

pois é, do jeito que as coisas andam... E toda a biblioteca pessoal será doada à USP...

Responder
avatar

Certa vez eu disse: "No ritmo que anda esta obra o Mindlin vai morrer e ela ainda não vai estar pronta"... boca maldita!

Responder