Na hora do Plim Plim

Fiquei com medo de parecer nostálgica demais quando pensei em fazer uma coluna sobre propagandas. Ainda que eu possa colocar boas propagandas atuais, indubitavelmente, irei recordar de propagandas antigas. Porém, já que fui apoiada pela marketeria deste blog, a Giovi, começo hoje nossa sessão Na hora do Plim Plim. Afinal, nada melhor do que vender seu produto com uma boa propaganda televisiva.
Pipoca com Guaraná

Criada em 1991, na época das garrafas de vidro de refrigerantes, a propaganda do Guaraná associou o refrigerante com a pipoca. Ótima idéia, nas salas do cinema ou em casa, a pipoca é um dos pratos preferidos dos amantes do cinema. Até hoje, apesar do Guaraná não ser o meu refrigerante preferido, toda vez que como pipoca tem que ser com Guaraná!



Bombril – mil e uma utilidades

Carlos Moreno pode até um dia ganhar um Oscar, mas sempre será lembrado pelas propagandas do Bombril. Sempre criativas, as propagandas eram irreverentes e assim com a interpretação de Carlos Moreno. Bombril já satirizou Bill Clinton, Celso Pitta, roqueiros, donas de casa, entre outros. O ator até entrou para o Guinness Book como o intérprete que mais fez propagandas para uma única marca. Esse é o maior exemplo de produto que não dá para dissociá-lo de seu comercial. Bombril sem Carlos Moreno não teria mil e uma utilidades.



Parmalat

A Parmalat já fez inúmeras propagandas, mas acho que a dos mamíferos foi a mais marcante. Lembro que a porquinha do comercial estudava na mesma escola que eu, a pobrezinha era o tempo todo assediada, mas nunca deixou de roncar como uma porquinha toda vez que pediam. Muito fofo o comercial, mas não conseguiu me fazer tomar leite. Bom, viva a minha futura osteoporose!



Michele Lima

Blogueira, tradutora, revisora, redatora, professora e pau pra toda obra. contato: michele_silvalima
@yahoo.com.br

Próximo
« Prev Post
Anterior
Next Post »
Comentários
8 Comentários
8 comentar
Este comentário foi removido pelo autor. - Hapus
avatar

Sabia que o comercial dos bichinhos da Parmalat, apesar de ter sido tão marcante, ficou no ar somente por duas semanas, durante as Olimpíadas de 1996? Eu lembro que na época as pessoas pediam pra voltar, mas eles nunca passaram de novo. Teve uma continuação um tempo depois.
Já vi no teatro uma versão de Dom Quixote com o Carlos Moreno. Ele é um ótimo ator, não faz apeans comerciais, rs.
Só pra dar uma sugestão para a próxima coluna, tem um comercial de Natal do banco Nacional, que eles cantam aquela música "Para não ser triste", que pra mim é marcante. Mas não sei todo mundo se lembra, porque é meio velhinho... hehe

Responder
avatar

Lembro sim Le, era muito bonita a propaganda. Colocarei na próxima semana. Agora essa da parmalt eu não sabia. Pq será que ficou pouco tempo no ar???

Responder
avatar

ótimas escolhas, Mi!
Carlos Moreno é o cara!
Vc também tinha os mamíferos de pelúcia?
E viva o jingle!

Responder
avatar

Dos mamíferos, eu tinha o leão e o porco! Lembro-me de que aqui em Jundiaí não tinha posto de troca e alguém foi trocar em Sampa.

Bons tempos do guaraná...

Responder
avatar

Meu, tinha posto de troca em Rio Claro, cidade muito mais provinciana que Jundiaí!!

Nossa, eu tive vários bichinhos, e escolhia os mais exóticos, como gambá, rinoceronte, zebra etc. Creio que ainda os tenha, guardados em algum lugar do apto.

Responder
avatar

Eu tinha o rinoceronte e o carneirinho, mas minha mãe deu todos para os meus priminhos snif snif......

Responder
avatar

Não sei porque ficou tão pouco tempo... Vai ver que foi pra não "desgastar" a imagem e as pessoas continuarem falando dele, hehehe.

Responder