Clássicos da Sessão da Tarde

Hoje os Clássicos da Sessão da Tarde traz mais três filmes pra lá de antigos. Denunciando meus 25 anos, só os mais “velhinhos” vão se lembrar desses!

Quero ser grande

Em homenagem ao Na rota do rock que estava em dúvida lá no twitter se comprava Forrest Gump ou Quero ser grande, hoje aqui nos Clássicos falaremos da época em que Tom Hanks pedia para ser Tom Hanks. Quero ser grande foi um dos primeiros filmes, guardados na minha memória, que fala da relação adulto-criança. Josh Baskin é um garoto meio nerd, apaixonado por uma garota mais velha, o mesmo esquema loser de sempre. Um dia ao encontrar uma máquina de fazer pedidos (Zoltar), resolve pedir para ser grande. No dia seguinte o seu desejo é atendido. Expulso de casa por não conseguir convencer a mãe de que era seu filho, Josh arruma um emprego em uma loja de brinquedos. Sua função: dar opinião sobre eles! Quando criança ao entrar em lojas de brinquedos a primeira coisa que eu fazia era procurar um piano grande para brincar! Lamentavelmente nunca encontrava! O resto da história vocês já sabem, a garota se interessa por ele, mas no final ele volta a ser criança (ou pré-adolescente, como preferirem)



Os Goonies

Confesso: meu clássico preferido! Sempre morei no centro de São Paulo e nunca pude brincar na rua, principalmente em pensar fazer uma busca ao tesouro! O máximo que dava para fazer era uma busca de silicone das adoráveis travestis do bairro. Na escola então, colégio de freira, tesouro só na igreja! Enfim, Os Goonies me matavam de inveja! A aventura começa quando os pais dos protagonistas estão prestes a perder a casa e os filhos, ou melhor, o filho caçula envolve o irmão e os amigos em uma caça ao tesouro. Porém, os meninos se deparam com uma família de mafiosos, os Fratelli, que tem como vilão-protagonista o meio monstro Slot. O filme também tem sacadas engraçadas com colocar um menino japonês inventor de bugigangas eletrônicas. Ah, sem falar da trilha sonora com Cyndi Lauper! Como não encontrei cenas em português, segue abaixo uma homenagem a um dos personagens do filme: o Gordo.



Te pego lá fora

Não gosto do filme, mas sem dúvida é um clássico da Sessão da Tarde. A história é bem simples e é baseada em um clichê adolescente, isto é, quando brigam na escola o outro diz: “te pego lá fora”. Jerry Mitchell é o protagonista super simpático e comunicativo que resolve entrevistar o novo aluno da escola. O problema é que o novo estudante é o típico bad boy, na versão sem gostosura e por conta das trapalhadas de Jerry, Buddy Revell decide resolver seus problemas às três horas da tarde com o garoto. A partir da aí, Jerry fará de tudo para evitar o tal confronto.




Quem quiser ver outros Clássicos da Sessão da Tarde clique aqui

Michele Lima

Blogueira, tradutora, revisora, redatora, professora e pau pra toda obra. contato: michele_silvalima
@yahoo.com.br

Próximo
« Prev Post
Anterior
Next Post »
Comentários
1 Comentários
1 comentar
avatar

Ah, Mi! 25?... Eu já tenho 30, o que vou dizer, eh eh eh! xD

Os Goonies eu sempre via qdo passva! Meu (ex) cunhado tem em DVD esse filme - e olha que ele é bem mais novo que eu, quá-quá!

Mas eu preciso ir trabalhar, fazer o quê...

ps.: escrevi sobre BBB essa semana! xD

Responder