Três últimas décadas de música - saindo do armário

Três últimas décadas de músicas mostra hoje alguns artistas que inevitavelmente tiveram que assumir a homossexualidade. Obviamente que o post é uma homenagem ao latino mais pop de todos os tempos: Ricky Martin. Vale lembrar que Freddie Mercury e Boy George não serão citados, porque não chegaram a entrar no armário.

Elton John
Em 1976 Elton John assume sua bissexualidade. Este, a meu ver, é mais um caso em que a bissexualidade é usada para disfarçar a homossexualidade. Elton se casou com uma mulher em 1984, mas o casamento durou apenas 4 anos. Na verdade, acho que durou muito comparado ao do Chiquinho e Carol Scarpa! Depois do divórcio em 1988, Elton assumiu definitivamente que era gay. Atualmente o cantor é casado com David Furnish.



George Michael
Esse é um daqueles que sempre tentou disfarçar e até conseguiu enganar bem! Mas em 1998, depois de ter sido preso por fazer pegação em banheiro público, não teve mais como continuar no armário! George já namorou o brasileiro Anselmo Fellepa, que faleceu de Aids, e atualmente tem uma relação aberta com Kenny Gross há mais de 12 anos. Ainda hoje George afirma que muitas fã se recusam a acredita em sua homossexualidade.


Michael Stipe
Vocalista do REM nunca me enganou, mas só assumiu ser gay em 2008. Em 2001 Michael apenas se declarava como um artista gay, mas até ai a Cher também é. Toda a banda e toda sua família já sabiam que ele era gay, mas Michael confessou na época que só naquele momento achou que fosse importante para os jovens homossexuais sua saída do armário.



Ricky Martin
E com muito glitter a mais recente saída do armário. Tá certo que todo mundo já falava, mas também falamos do Gianecchini, Gugu Liberato, Diego Hipólito, entre outros. Também confesso que apesar do meu radar apitar para sua homossexualidade, cheguei a pensar que talvez não fosse, até o dia que li que o cantor iria ser pai através de uma inseminação artificial, tal qual fez Gugu Liberato. Meu amigo Leandro diz que, segundo boatos, Ricky teve uma rápida pegação com Renato Russo no inicio dos anos 90! Caramba, não é que os gays brasileiros fazem sucesso?




Menção Honrosa: James Lance Bass (N'sync), Renato Russo, Cazuza, Ana Carolina, Cássia Eller, Netinho (aquele do Axé, assumiu recentemente sua bissexualidade)

Michele Lima

Blogueira, tradutora, revisora, redatora, professora e pau pra toda obra. contato: michele_silvalima
@yahoo.com.br

Próximo
« Prev Post
Anterior
Next Post »
Comentários
2 Comentários
2 comentar
avatar

Muito legal vc se inspirar em um acontecimento da semana para montar a coluna de hoje. Parabéns!
Ai, o George Michael... Depois que saiu do armário, fez uma música (muito boa, dançante) sobre o episódio da 'pegação', chamada "Outside". Vejam o clipe no You Tube.

Responder
avatar

Oi Gi, eu sei, gosto do clipe, mas adoro Freedom! Obrigada pelos elogios!!! Bjs.

Responder