Noite em Casa

Marido por Acaso

Ontem estava com vontade de assistir algum filme que não me fizesse pensar muito e o melhor gênero para isso é a comédia romântica. Como já assisti praticamente todas que estão disponíveis, tive que ver a alguma que achava não ser uma grande coisa. Por isso assisti Marido por Acaso e tive uma grata surpresa. De fato o filme não é grande coisa, mas tem um humor bem peculiar e apesar das cenas previsíveis, o romantismo transparece de uma maneira bem natural.

Uma Thurman é Emma Lloyd uma escritora de livros de auto-ajuda que tem um famoso programa de rádio. Um dia uma moça pede sua ajuda para saber se seu atual noivo seria seu amor verdadeiro. Ao relatar os fatos Emma a aconselha a pensar bem no assunto sobre o casamento o que resulta no fim do noivado. O noivo, Patrick, (Jeffrey Dean Morgan, o magnífico Denny Duquette de Grey’s Anatomy) fica inconformado e indignado com a situação. Como forma de vingança resolve se casar com Emma pela internet sem que ela saiba, já que segundo as análises dela, ele não serviria para se casar com ninguém. No entanto, Emma está para se casar com Richard (Colin Firth) e ao chegar ao cartório descobre que já está casada. Desesperada Emma sai em busca de seu marido, fica bêbeda e acaba dormindo na casa de Patrick. A partir de então Emma tenta a todo custo fazer com que Patrick assine os papéis da anulação do casamento, mas ele faz de tudo para retardar a anulação, pois acaba se apaixonado por ela.

O filme ainda tem a participação de Isabella Rossellini (ex Gary Oldman, assim com Uma Thurman). Apesar de não ser um filme de puro humor, algumas situações são bem engraçadas e vale a pena conferir. Duração: 90 minutos

 

Quero ser John Malkovich


Um filme totalmente nonsense e surreal. Para conseguir assisti-lo até o final e assim aproveitar a obra, o telespectador deve abrir sua mente para tudo aquilo que jamais seria possível acontecer, mas que acontece no filme. Não estou falando de apenas fantasia, mas sim de um tipo de ficção que é colocada no enredo de forma muito simples e banal.

Craig (John Cusack) é um medíocre titereio que está desempregado. Por causa da insistência de sua mulher Lotte, (Cameron Diaz – que está com um cabelo irreconhecível) um dia sai em busca de emprego e arranja uma vaga como arquivista em uma empresa que fica no 7º e meio andar de um edifício comercial. O teto do lugar é tão baixo que as pessoas precisam andar encurvadas durante o tempo todo. Trabalhando nesse estranho local, Craig encontra uma mini porta que é uma espécie de portal que leva qualquer um diretamente para dentro da mente de John Malkovich. A pessoa pode ficar em sua mente e com domínio total de seu corpo durante quinze minutos, depois disso é jogada no acostamento de uma rodovia. Junto de uma colega de empresa, pela qual está apaixonado, Craig começa a utilizar o portal como forma de ganhar dinheiro, claro que todos querem experimentar e assim passar a ser John Malkovich, aliás, até o próprio John Malkovich!


Com uma idéia tão bizarra, o roteirista Charlie Kauffman e o diretor Spike Jonze mostram a pura realidade do ser humano, a de que nunca está satisfeito consigo mesmo, sempre desejando ter aquilo que não tem ou ser aquilo que não é. O elenco trabalha perfeitamente bem, Cameron Diaz está ótima e John Cusack consegue passar toda a mediocridade de seu personagem. Além disso, foi sensacional da parte de John Malkovich aceitar o papel e ter seu nome envolvido no filme. Criativo, inteligente e super recomendado para aquelas que ainda não viram e também para aqueles que já viram, mas não possuem muitas opções para o final de semana. Duração: 112 minutos

Podcast - Profanos – Festa Junina (Eu não dou o meu cuscuz!)

Está no ar mais uma edição do podcast Profanos, com a minha participação, com a da jornalista Gisele Santos, o T.I Felipe e o DJ Kadu (no caso do kadu, nem tanto). Desta vez com menos piadas internas, a turma dos profanos está em ritmo de Festa Junina com direito a comidas típicas, pau de sebo e quadrilha! Confira, pois com toda certeza você vai dar muitas risadas! Duração: 22 minutos e 25 segundos

Blogueira, tradutora, revisora, redatora, professora e pau pra toda obra. contato: michele_silvalima
@yahoo.com.br

Próximo
« Prev Post
Anterior
Next Post »
Comentários
1 Comentários
1 comentar
avatar

marido por acaso eu vi faz um tempinho, é meio água com açúcar, mas não deixa de ser bom

Responder