Toy Story 3

Recentemente assisti ao Toy Story 3 e tive uma grata surpresa. É bastante difícil a terceira continuação de um filme ser tão boa quanto o primeiro, mas mesmo não tendo certeza se o terceiro é tão bom quanto o Toy Story de 1995, posso afirmar ao menos que o filme é muito bom!

A história é um pouco mais dramática e alguns personagens não aparecem no filme, como a pastora de ovelhas Betty que era apaixonada por Woody. Isso porque à medida que Andy vai crescendo, ele vai jogando fora alguns brinquedos. Entretanto, chega o dia em que vai à faculdade e precisa resolver o que vai fazer com os brinquedos que sobraram. Por conta de um infeliz mal entendido, os brinquedos e a Barbie (que é da irmã de Andy) vão parar na creche Sunnyside. A princípio o lugar parece maravilhoso, porém nem tudo parece ser o que é.

O filme continua com sua parte cômica em alta e juro que ri muito quando a Barbie encontra o Ken, pois a sensação de ambos é que eles se conhecem de algum lugar. Também achei sensacional a Barbie ser mais esperta que o Ken! Sem falar dos aparatos dele, como a casa, o carro e as roupas. Buzz Lightyear na versão espanhol também foi uma ótima sacada.

É claro que se tratando de Disney sempre há um drama no fundinho de cada filme e com Toy Story não foi diferente. Inevitavelmente Andy cresceria, mesmo que um dia se casasse e tivesse filhos, os brinquedos ficariam por muito tempo isolados e isso para eles seria deprimente. Woody tem que fazer uma escolha difícil no final do filme, mas nada que faça as crianças no cinema chorar a ponto de soluçar, ao menos não vi ninguém chorando, nem mesmo as grávidas presentes no recinto. Porém, os mais sensíveis podem ter seus olhos cheios de lágrimas nas cenas finais.

Quem não assistiu deve assistir, pois é uma animação engraçada e com ótimas piadas, sem falar que antes de começar o filme somos agraciados com um curta muito bom que só ele vale a entrada no cinema. Dia e Noite, mesmo com suas pitadas de cunho social, é bastante inovador.

           

Michele Lima

Blogueira, tradutora, revisora, redatora, professora e pau pra toda obra. contato: michele_silvalima
@yahoo.com.br

Próximo
« Prev Post
Anterior
Next Post »
Comentários
0 Comentários
0 comentar