Harry Potter a as Relíquias da morte - Parte 1


Apesar de toda minha ansiedade de ver HP7 assim que foi lançado, foi com bastante perseverança que esperei a época da estréia passar para poder apreciar o filme sem nenhum adolescente chato conversando ou fazendo brincadeirinhas na sala do cinema e, embora eu tenha esperado bastante, valeu muito a pena!

O cinema não estava vazio, mas também não estava lotado e assim, apesar de ter sido idiota o suficiente para tomar litros de coca-cola antes do filme, pude assistir ao início do fim da saga do Harry Potter sem nenhuma intervenção. Quando começou a tocar a musiquinha típica dos filmes do Harry Potter (e que lembra muito a música do “Esqueceram de mim”), senti uma pontada de saudade da história. Quando li o último livro e chorei com o final eu ainda pensava que poderia ver tudo de novo nos cinemas! E agora que já vi 60% da história no filme, a nostalgia me dominou por completo.

Nesta primeira parte vimos Harry abando definitivamente a Rua dos Alfeneiros, para nunca mais voltar! Com a proximidade de seu aniversário aquela casa já não era tão segura quanto antes! Harry foge para a toca (e não sei até hoje como Voldermort nunca foi atrás dele lá). Depois que o Ministério cai, Harry tem que fugir com seus amigos em busca das horcruxs, uma tarefa nada fácil. É nesta primeira parte também que conhecemos a cidade Natal de Harry e um pouco mais sobre a vida de Dumbledore.


Os três primeiros livros da saga são bem curtos comparados com os quatro últimos. Costumo dizer que os livros de J.K. Rowling vão ficando mais densos e mais complexos à media que o próprio Harry Potter vai crescendo. Por isso, os cortes dos três primeiros filmes não foram tão bruscos quantos os demais. Apesar de ter me conformado com as adaptações para o cinema, fiquei um pouco irritada com as mesclas de histórias e cortes de personagens em a “Ordem da Fênix” e “O enigma do Príncipe”. Porém, devo admitir que o diretor David Yates e o roteirista Steve Kloves se redimiram dessa vez. Estava quase tudo lá, quase mesmo! Está certo que alguns personagens ficaram de fora, como os pais da Tonks, por exemplo, e não podemos ver a tensão da despedida de Harry e os seus malvados tios, mas isso realmente não importou, principalmente a despedida, que é um anticlímax no livro, uma vez que os Dursleys não mudam de modo algum, nem mesmo no final.

Infelizmente se você é daqueles que só assistiu ao filme e nunca leu o livro, não deve ter entendido muito bem a relação de amor entre Harry e sua coruja, assim como a relação entre Harry e Dobby. O elfo doméstico, desde o segundo livro, sempre esteve ajudando Harry, que fica bastante sentido com sua morte.


A cena em que Harry vista seu antigo quarto (o armário de baixo da escada) merecia um flashback! Mas em compensação, o clima de guerra fica bastante evidente no filme. Rony escutando a lista dos desaparecidos pelo rádio, o regime opressor em Hogwart, a ditadura velada dentro do ministério da Magia, tudo isso nos faz lembrar um ambiente de guerra, inclusive a sensação de depressão. Ao menos quando li o livro e assistir ao filme tive a sensação de que os três, Rony, Herminione e Harry, se sentiam bem deprimidos ao terem que fugir constantemente e acredito que o cenário de suas fugas tenha corroborado para este sentimento.

Quanto aos atores continuo achando que os três (Daniel Radcliffe, Emma Watson, Rupert Grint), cresceram bastante profissionalmente e a Belatriz de Helena Bonham Carter continua me dando nojo!

De qualquer forma, se o final dessa primeira parte foi triste e angustiante, a nostalgia do próximo será inevitável. Pena que teremos que esperar por 1 ano para podermos assistir de fato o final da saga, até lá ou teremos que ler o livro (de novo) ou esperar esse brilhante filme (sim, foi brilhante) sair em DVD!

Michele Lima

Blogueira, tradutora, revisora, redatora, professora e pau pra toda obra. contato: michele_silvalima
@yahoo.com.br

Próximo
« Prev Post
Anterior
Next Post »
Comentários
8 Comentários
8 comentar
avatar

Concordo que tudo vai ficando mais denso e complexo a medida que Harry cresce, mais, infelizmente, a partir do quinto ano a saga também perde um pouco do humor. No entanto, continuo achando os filmes excelentes.

Ah! Corrija-me se eu estiver errado, mas acho que a "música do Esqueceram de Mim" que vc se referiu, é, na verdade, a "Dança da Fada do Açúcar", d'O Quebra-Nozes, composta por Tchaikovsky.

Responder
avatar

Eu adorei! Fui ver à noite alguns dias depois da estréia e foi bem tranquilo. ah, que chato não ter mais Harry Potter, esperar os livros ansiosamente, os filmes....chato isso de acabar! bjs

Responder
avatar

Sim Vini é essa mesmo!!!! Super conhecida, mas confesso que não sabia o nome dela! Mas amúsica tema do harry Potter, segundo o google é Hedwig's Theme.

Mamis, muito, muito chato mesmo isso de acabar! deveria ser proibido!

Responder
avatar

Fiz minha primeira boa ação do ano e, hoje, acompanhei minha mãe no cinema, para assistir a esse filme. Não adiantou dizer que a deixava na porta do cinema, tive de entrar junto!
Como só li o primeiro livro e assisti ao primeiro, segundo e quarto filmes, boiei à beça e me entediei um pouco. Mas acho que, para quem gosta, o filme é muito bem feito.
Será que sou a única pessoa do milênio que não simpatiza com HP?
Outra coisa: não consigo ver filme com o Bill Nighy (o cara que leu o testamento do primo do Gandalf) sem rir da cara dele. Meu, vejo aquela cara e me lembro do personagem pop star de "Simplesmente amor"!

Responder
avatar

Aaahhh Giovi! É mesmo! Aquele que até faz um clipe! Puxa, nem lembrava mais!

Responder
avatar

Ai, Mi, pra mim ele ficou marcado como aquele personagem. Quando assisti a um dos "Anjos da Noite", acho que o "A Rebelião", dei risadas no cinema, embora fossem cenas de terror! O pior é que o HP já começa com a cara dele (e eu pensei até que fosse algum trailer), então, foi estranho pra mim...
Surpresa com minha boa ação?? O que não fazemos por nossas genitoras, hein? kkk

Responder
avatar

Só sua mãe mesmo pra fazer vc assitir ao HP! E quanto a sua pergunta: sim, Giovi, vc é a única que não gosta do bruxinho! rs

Responder
avatar

ai gente que chato isso de duas partes no filme era pra ser só um parte eu sou muito curiosa, ate lá vou more de tanta curiosidade!

Responder