Top 20 - músicas brasileiras dos anos 80 - parte II

Última parte do meu Top 20 com músicas brasileiras da década de 80 e começo dos anos 90.

10. Yahoo – Uma banda de muito sucesso na década de 80 que estragou várias músicas do rock internacional, como "Love Bites" do Def Leppard, "Angel" do Aerosmith, “Hide You Heart" do Kiss, entre outras.

           

9. Latino – Latino sempre foi muito brega! No entanto, quando apareceu na mídia, na década de 90, as garotinhas ficaram apaixonadas por ele! Algo que não compreendo até hoje. 

           

8. Banana Split – Acho que a banda não emplacou nenhum grande sucesso, mas era patrocinada pelo Gugu Liberato e lembro que elas estavam em todos os programas dele. Quem diria que hoje Eliana se tornaria uma mãe de família e apresentadora do SBT?

           

7. PolegarBoy bands inspiradas nos Menudos é muito anos 80! Como eu gostava mais do Dominó do que do Polegar, o meu preferido era o Rafael, já que, na época, era o genro que toda mãe gostaria de ter. Hoje, o sonho virou pesadelo!

             

6. Dominó – Confesso: adorava o Afonso! O grupo, assim como as meninas do Banana Split, era da empresa do Gugu, a Promoart, e foi criado justamente por causa dos Menudos. Vamos combinar que o Gugu tinha mesmo visão de negócios.
 
           

5. Angélica – Sempre achei que as músicas da Angélica eram bem mais picantes do que as da Xuxa. Pra começar a Angélica cabulava aula pra sair com o taxista, se tocava no banho e se encontrava com um anjo safado de blue jeans. E eu, toda ingênua, não percebia nada disso na minha infância. Porém, a música escolhida foi a “Flecha de amor”, uma música que todas as garotas da minha escola sabiam cantar, menos eu. Claro, aprendi só pra não ficar de fora!

           

4. Xuxa – Verdade seja dita, a rainha dos baixinhos só emplacou grandes sucessos, tanto que o “Xou da Xuxa 3” entrou para o Guiness Book como o álbum infantil mais vendido da história! Porém, “Doce Mel” é do álbum “Xou da Xuxa 2” e até hoje quando escuto parece que eu vejo a nave dela! 

           

3. Trem da Alegria – Quem não se lembra da música “He-man” do Trem da Alegria não teve sua infância na década de 80! Engraçado que hoje é tudo importado, não temos mais nenhuma banda infantil que possa ser um “novo Trem da Alegria”. Por causa do post fui procurar alguns vídeos do grupo e encontrei a pérola do clipe abaixo!   

          

2. Luan e Vanessa – Eu tinha 10 anos e já sentia vergonha da dupla! Eles eram muito melosos cantando “4 semanas de amor”! Em 2009 saiu uma matéria no site Ego contando que os dois se casaram em 1997, possuem um filho e que estão morando nos Estados Unidos, onde, também, se dedicam a carreira Gospel. Parece que as 4 semanas de amor se tornaram 17 anos de amor!

           

1. Rosana – Clássico dos clássicos! A marca dos anos 80! “O Amor e o poder” é uma versão da canção “The Power of Love” de Jennifer Rush e atingiu as paradas de sucesso no ano de 87. Rosana era diva naquela época e deixou sua marca eterna! 

         

Menção Honrosa: Byafra, Kaoma, Beto Barbosa, Luiz Caldas


Michele Lima 

Veja também: Top 20 - músicas brasileiras dos anos 80 parte I

 DVDs - Submarino.com.br

Blogueira, tradutora, revisora, redatora, professora e pau pra toda obra. contato: michele_silvalima
@yahoo.com.br

Próximo
« Prev Post
Anterior
Next Post »
Comentários
4 Comentários
4 comentar
avatar

Noooossa!!! Agora sim!!
É muito gostoso lembrar dessas músicas, por pior que sejam.
Ainda não me desfiz dos discos da Xuxa, até o 7, porque são clássicos. Da Angélica eu não gostava, nem da Mara, a ponto de pedir os LPs. Eu tinha a boneca da Xuxa (tipo Barbie).
A música da Rosana também foi um dos primeiros sucessos de Céline Dion! Ou seja, é brega ao quadrado!!

Responder
avatar

Eu tb tive essa boneca Giovi! Agora essa de Céline Dion foi demais! Vou procurar agora mesmo no You tube e escutar! rsrsrsrsrs

Responder
avatar

Dá lista eu não curtia Latino, Angélica e Banana Split. Também nunca me empolguei com a Xuxa, até hoje não entendo tanta veneração por ela. Nessa época eu ouvia mais música internacionais mesmo sem entender nada eu gostava, já era pra eu ser fluente no inglês rsrs. Mas confesso que dancei as músicas de Kaoma e Beto Barbosa e cantei muito Rosana, toda poderosa e brega kkk. As vezes a gente curte numa festa, mas nunca compraria um cd desses pra ouvir em casa.
Enfim, a década da breguice foi divertida!

Responder
avatar

Músicas internacionais a partir dos 9 e 10, mas como minha diversão era TV, além do rádio, adorava as apresentadoras infantis! E, de fato, jamais compraria o CD da Rosana! kkkkkkkkk

Responder