Noite em Casa - O despertar de uma paixão


Eu aprecio muito um belo romance, principalmente se forem intensos e poéticos. O filme “O Despertar de uma Paixão” (The Painted Veil), dirigido por John Curran, consegue isso, pois apesar de o filme ser clichê ele consegue surpreender por ter uma ótima direção, ótimas interpretações e produção impecável.

Ambientado entre a Inglaterra e China dos anos 20, a película conta a história do casal Walter Fane (Edward Norton) e Kitty (Naomi Watts). Walter é um introspectivo bacteriologista que se apaixona pela bela Kitty, uma garota rica que só se casou com ele por imposição da família. Kitty não consegue amar Walter, por isso, distante e sentindo-se infeliz no casamento, ela se envolve com outro homem, o vice-cônsul Charlie Townsend (Liev Schreiber). Após Walter descobrir a traição sua personalidade se transforma, enquanto ela acreditando que o amante assumirá a relação acaba pedindo o divórcio, que não se concretiza após Charlie lhe dizer que não abandonará sua família. Desiludida e com medo de represália da sociedade, Kitty acaba concordando em ter um casamento de aparências com Walter.

Distantes, ambos apenas se toleram, mas a bela história de amor entre eles acontece quando, pra vingar-se da esposa e por estar muito ferido, Walter decide aceitar um emprego num vilarejo remoto em Xangai, na China, em meio a uma epidemia de cólera. Claro que Kitty reluta e esbraveja pra não ir, mas sem escolha é obrigada a acompanhar o marido. Durante a viagem Kitty passa por diversos apuros, e Walter se sente muito bem com a situação, e isso é apenas o começo, pois sua frieza e indiferença pode ser o grande diferencial pra ela refletir e descobrir o verdadeiro amor. Mas essa mudança dará um novo significado pra vida dos dois, pois é no meio do caos que o amor acontece, de maneira delicada e sutil, nada é forçado, nos mostrando como esse sentimento vai sendo construindo, ambos vão se transformando no decorrer da história, vemos uma Kitty amadurecendo e um Walter sendo generoso.

A partir daí não posso mais contar detalhes do que acontece, a surpresa é a magia do filme e no decorrer da história temos várias emoções e sensações, como ódio, compaixão, arrepios, suspiros, risos e lágrimas. Tudo isso em meio a paisagens belíssimas e ótimas interpretações de Norton e Watts, que possuem uma ótima química. O filme é embalado por uma trilha sonora maravilhosa, composta por Alexandre Deplast, que ajuda a conduzir essa bela história de maneira sublime.

Posso dizer que esse é um dos melhores filmes de romance que eu já assisti até o momento. Assistam e se emocionem como eu! Duração:125 minutos.

           

Elda Rodrigues

Blogueira, tradutora, revisora, redatora, professora e pau pra toda obra. contato: michele_silvalima
@yahoo.com.br

Próximo
« Prev Post
Anterior
Next Post »
Comentários
2 Comentários
2 comentar
avatar

Adorei sua resenha Elda e quero assistir a esse filme, adoro um romance!

Responder
avatar

Eu ainda não assisti a esse filme, mas estou com vontade, só acho que vou chorar muito! rsrsrsrs

Responder