Noite fora de casa - Um conto chinês



Eu diria que o filme já começa com uma cena extremamente chocante: uma vaca cai no meio de um barco em que se contra um casal chinês. A cena era tão romântica! Até aparecer a vaca, claro!

Em seguida somos transportados para a Argentina, mais especificamente para a vida de Roberto (Ricardo Darín), um veterano da guerra das Malvinas, bastante metódico, ranzinza, que possui uma casa de ferragens e uma mulher que é apaixonada por ele, embora ele sempre fuja dela.

Um dia aquele chinês que teve seu barco e sua amada destruídos pela vaca aparece na vida de Roberto, mudando-a completamente. Jun (Ignacio Huang) está em Buenos Aires apenas com um endereço marcado no braço, buscando por um tio. Roberto tenta ajudar o pobre coitado do chinês, mas ajudar alguém que você não entende, já que Jun não fala espanhol, não é nada fácil! A convivência entre os dois também não é nada fácil e fica claro que Jun é o alívio cômico do filme, uma vez que Roberto não tem muita paciência com ele, assim, é divertido ver Jun tentando se adaptar a nova vida e aos novos hábitos.

Apesar de mostrar Mari, a filha de um amigo de Roberto, investindo em um possível romance com ele, o foco do filme está mesmo na relação de Jun e Roberto e na dificuldade que o argentino tem em aceitar alguém em sua casa.

O diálogo ou a ausência dele é parte importante em “Um conto chinês”, já que há uma grande dificuldade de interação entre os personagens, justamente pela falta de um idioma comum em que os protagonistas consigam conversar. No entanto, quando o diálogo falha a imagem se sobrepõe, principalmente em momentos mais dramáticos do filme. Além disso, sem a legenda em chinês podemos sentir exatamente a frustração de Roberto ao tentar entender Jun!

“Um conto chinês” tem lá seus clichês e palavrões em medidas desnecessárias, mas também tem seu diferencial nos atores que fazem com que o filme se torne em uma ótima tragicomédia!

Michele Lima

Blogueira, tradutora, revisora, redatora, professora e pau pra toda obra. contato: michele_silvalima
@yahoo.com.br

Próximo
« Prev Post
Anterior
Next Post »
Comentários
0 Comentários
0 comentar