Clássicos da TV Brasileira - Mentes perigosas



“Mentes perigosas” (1995) pode até não ser exatamente um clássico da TV Brasileira, mas foi reprisado várias vezes pela Globo e pelo SBT.

Louanne Johnson (Michelle Pfeiffer) é uma ex-militar que se torna professora em um colégio de afro-americanos, latinos e pessoas de comunidades mais pobres. Logo no começo de sua nova carreira, Louanne percebe que a vida de uma professora em uma escola como aquela não é nada fácil, já que quase todos os alunos são bem rebeldes e sem nenhum interesse em aprender. No entanto, Louannne também percebe que talvez o método aplicado na escola não seja o ideal para aqueles alunos e começa a aplicar métodos não-convencionais de ensino, como karatê, letras de Bob Dylan e acompanhamento pessoal. Acompanhamento que, aliás, gera muitos problemas para ela.

“Mentes perigosas” foi o primeiro filme que eu assistir sobre o gênero escolar e claro, assisti na escola. Acho que nos anos 90 o filme virou uma febre educacional e várias escolas passavam para seus alunos com o intuito de fazerem entender a profissão docente. Bom, posso dizer na minha escola não funcionou muito. Porém, foi interessante ver Michelle Pfeiffer em um papel mais sério, já que na época ela estava marcada na minha cabeça como a mulher-gato, ainda que até hoje ela seja a eterna vilã-heroína da série do Batman.

De qualquer forma eu sempre gostei do filme e eu considero um clássico do gênero escolar, tanto que até hoje se passar na televisão eu assisto com toda certeza!

 Michele Lima

Blogueira, tradutora, revisora, redatora, professora e pau pra toda obra. contato: michele_silvalima
@yahoo.com.br

Próximo
« Prev Post
Anterior
Next Post »
Comentários
2 Comentários
2 comentar
avatar

Me mate e jogue fora, mas eu confesso que nunca assiti esse filme... Embora já tenha ouvido falar bastante, ou seja, vou baixar pra ver rsrs

Responder
avatar

Tenho uma amiga que tb não, mas quem não viu geralmente sempre se lembra da música Gangsta's Paradise que fez parte da trilha sonora! De qualquer forma é um filme bem pra professora Jaci!!!

Responder