O beijo das sombras



Todo mundo sabe que vampiro é igual a namorado imaginário, cada autor tem o seu, embora o vampiro de uns se pareça bastante com o de outros. Depois da onda “Crepúsculo” vários autores, principalmente autoras, resolveram romantizar de vez a lenda, para o desespero de Bram Stoker. Nada contra, sempre fui mais Edward do que Jacob!

Acho que já disse que eu adoro esse tipo de leitura porque me ajudam a dormir, ler coisas muito filosóficas e que me fazem pensar na vida só atrapalha ainda mais meu sono. Não é desculpa, assumo meu lado fútil numa boa, esconder sua futilidade é coisa de pseudointelectual! Por isso, lá em 2009, desapontada com a serie “House of Night”, resolvi me aventurar com outros vampiros, já que os anjos de “A tormenta” (continuação de “Fallen”) me deixaram bem frustrada também.

“O beijo das sombras” é da autora Richelle Mead e foi lançado no mesmo ano de “Marcada” (House of Ningt), então fica difícil sabe quem se “inspirou” em quem, mas ambas as séries possuem muitas coisas parecidas entre si, só não digo que os livros se parecem com “Crepúsculo” porque as protagonistas são gritantemente diferentes da Bella, já que são realmente garotas safadinhas. Tanto que acho que esses livros podem acabar com a ingenuidade de alguns pré-adolescentes! Não, é brincadeira, hoje em dia não existem garotinhas inocentes!

Enfim, “O beijo das sombras” tem como protagonista Rose Hathaway, uma dampira. Dampiros são guardiões de vampiros que neste livro não podem sair à luz do dia e bebem sangue humano. Os dampiros são filhos de vampiros com outros dampiros ou humanos, já que eles não podem se reproduzir com a própria espécie e não podem usar magia. Neste caso, apenas os vampiros usam magia, daí a semelhança com “House of night”. No mundo da autora Richelle, os dampiros são verdadeiros lutadores capazes de morrer para proteger os vampiros que sofrem ameaças dos Strigois, uma espécie diferente de vampiros. Os Strigois matam os humanos e se tornam imortais, seria a versão dos vampiros que estamos mais acostumados.

Assim, Rose protege sua melhor amiga vampira, Lissa Dragomir, só que ambas sofrem um sério acidente que muda completamente a vida das duas. Sem saber, Rose é ressuscitada por Lissa, que possui poderes diferentes e isso faz com que as duas possuam uma estranha ligação. Ao longo do livro descobrimos que Lissa corre perigo na escola e que Rose deverá protegê-la de gente que elas não desconfiam. Apesar dos mistérios, suspenses e cenas de ação, “O beijo das sombras” também está repleto de romance, já que Lissa se apaixona pelo antissocial Christian e Rose por seu tutor Dimitri. Claro que por Dimitri também ser um guardião e ser mais velho do que o Rose, o romance deles não é permitido, o que torna tudo melodramático!

Demorei muito pra finalizar a série e ainda estou terminando o penúltimo livro, que ganhei da minha amiga Marise no Amigo Secreto do ano passado, mas já estou de olho em Bloodlines, outra série da autora! De qualquer modo posso dizer que Rose tem muitos defeitos, mas é uma mulher objetiva e corajosa e só o fato da história não ficar enrolada em censo crítico e moral como em “Crepúsculo”, ganhou minha simpatia logo no primeiro livro! 

Michele Lima


Blogueira, tradutora, revisora, redatora, professora e pau pra toda obra. contato: michele_silvalima
@yahoo.com.br

Próximo
« Prev Post
Anterior
Next Post »
Comentários
5 Comentários
5 comentar
avatar

Mi, para de fingir que não lê assuntos mais intelectuais rsrs!!!!!!!
Eu também gosto de ler por entretenimento, mas às vezes gosto de ler livros que me enriquecem emocionalmente e intelectualmente, isso acontece com a música e com os filmes também, eu tento me equilibrar senão fica tudo muito sem graça. Eu li recentemente os livros do STIEG LARSSON,que são excelentes, ele era um grande intelectual e mesmo assim que fez 3 excelentes romances policiais.Então ser fútil é bom!

Responder
avatar

Sua resenha está excelente,apesar de não gostar muito dos vampiros deu vontade de ler o livro...

Responder
avatar

Eldinha, ninguém precisa saber que a minha vida atualmente se reume a Vygotsky ! rsrsrsrsrs

Vou dar uma olhada nos livros do Stieg, gosto de romances policiais!

Se quiser ler algum livro dessa série é só me pedir emprestado!!

bjs

Responder
avatar

Eu li todos, inclusive os que não foram lançados no Brasil ainda, peguei pela internet. Mil vezes melhor que crepúsculo. Rose é foda e Dimitri é hetero, kkkkk

Responder
avatar

Nossa Mamis, vc leu todos? Vou procurar na net e tb acho o Dimitri super hetero, hetero e com pegada, o que é melhor! kkkkkkkkkkk

Responder