Clássicos da TV Brasileira - Os Jetsons



Depois de “Corrida maluca” fiquei com muita vontade de continuar falando dos desenhos produzidos por Hannah-Barbera! Dessa vez os escolhido foram os “Os Jetsons”!

“Os Jetsons” também não era o meu desenho preferido, mas estimulava bastante a minha imaginação só de ver uma família que vivia no futuro. George é um pai bastante simpático que tem um chefe tirano em um emprego que não exige nada dele; é só apertar alguns botões. Jane é uma mãe obcecada por moda e mãe de dois filhos: Judy e Elroy. Judy é uma adolescente de 16 anos e Elroy tem 6 anos, mas é um garoto muito inteligente e especialista em ciência do espaço. Junto com a família vivem Rose, uma robô doméstica além de um alienígena e um cachorro chamado Astro.



Uma das coisas que mais me intrigava no desenho era nunca ver o chão da cidade, já que tudo se passava nas alturas. Com carros voadores, robôs, hologramas e com todas as engenhocas possíveis, “Os Jetson” eram uma espécie de “Os Flintstones do Futuro". O mais frustrante é que vamos chegar em 2069 sem termos os carros voadores!

O desenho foi produzido de 1962 até 1963. Depois, anos mais tarde, foi produzido novamente de 1985 a 1987. No Brasil a TV Excelsior foi a primeira a exibir o desenho e depois o SBT. Hoje em dia o desenho “Futurama” brinca com o futuro e engenhocas malucas, mas antigamente quem fazia isso muito bem eram “Os Jetsons” e por isso é mais um clássico de Hanna-Barbera.

Michele Lima

Blogueira, tradutora, revisora, redatora, professora e pau pra toda obra. contato: michele_silvalima
@yahoo.com.br

Próximo
« Prev Post
Anterior
Next Post »
Comentários
4 Comentários
4 comentar
avatar

Que ver uma coisa engraçada, eu detestava Os Flintstones, mas amava/amo os Jetsons. Sou fã do Astro Boy, até hoje paro e assisto. Outro dia vi uma psicanalista falando desse desenho, ela dizia que por volta da metade do século XX se imaginava que nós desenvolveríamos tecnologias voltadas para melhorar a nossa condição de vida, o trabalho, mobilidade na cidade, mas nós desenvolvemos tecnologias ligadas a comunicação, nunca foi tão fácil se comunicar, mas mobilidade, segurança do trabalho e etc... só piorou eu fiquei beje!!!rsrs Néh que é verdade!

Responder
avatar

Pior que é verdade! Puxa, está na hora de inventarmos coisas que nos ajudem na vida doméstica, tipo uma empregada robô!!! rsrsrsrs

Responder
avatar

Ahh, só a abertura já me deixou com saudade. Os desenhos de Hannah-Barbera são incomparáveis, né? Um dos que eu mais gostava era o Manda-chuva, especialmente depois de saber que o dublador era o Lima Duarte.

Responder
avatar

Oh, nunca notei que o dublador era o Lima Duarte!!!

Responder