Clássicos da TV Brasileira - Viva a noite





Se existe um programa que é a cara dos anos 80 é o “Viva a noite”! Tudo que é trash já passou por lá alguma vez! Começando pelo apresentador, porque é bem verdade que se hoje Gugu Liberato é extremamente brega, antes ele um ícone dos anos 80.

O programa estreou em 1982 e foi baseado em outros dois programas mexicanos, “Sabado Fiebre” e “Hoy Quem Dança es Usted”. A princípio a atração tinha vários apresentadores, mas só conseguiu sucesso mesmo quando Gugu assumiu o comando, tanto que chegava a liderar a audiência de sábado à noite, deixando para trás o “Supercine” e o “Perdidos na noite” de Fausto Silva.

“Viva a noite” possuía quadros estranhos, mas eu gostava das apresentações musicais e os jogos com as bexigas, em que o participante tinha que estourá-la no corpo do outro. Outra coisa que me marcou muito (e é a cara dos anos 80) é a famosa “Dança do Passarinho”, pura vergonha alheia para quem dançava isso no palco!


Em 1992 o programa saiu do dar e entrou o “Comando da Madrugada”, mas é possível perceber que o “Viva a noite” influenciou bastante a televisão brasileira, pois várias brincadeiras que tinha na atração foram aproveitadas em outros programa, inclusive no “Domingo Legal” do SBT.

Eu sei que hoje a gente pensa que o “Viva a noite” é muito brega e de fato é, mas como quando criança eu não tinha muita noção das coisas, eu adorava ver o Gugu dançando e era uma oportunidade de ver os ídolos da época em brincadeiras malucas!

Michele Lima

Blogueira, tradutora, revisora, redatora, professora e pau pra toda obra. contato: michele_silvalima
@yahoo.com.br

Próximo
« Prev Post
Anterior
Next Post »
Comentários
2 Comentários
2 comentar
avatar

rsrsr... Nasci do meio para o final da dec de 1980 e até os 9 anos dormia muito cedo então não tenho memória desse quadro, mas sempre vejo ele ser citado como o supra sumo da televisão... De fato os especialistas da tv não são sinceros em seus comentários rsrsr

Responder
avatar

Minha sorte é que minha assistia e eu assistia junto! kkkkkkk

E sim, os especialistas não são nada sinceros! rsrsrsrs

Responder