Noite em Casa - Sentidos do Amor



Eu sempre me interesso pelos filmes da bela atriz Eva Green, desde que vi o filme “Os Sonhadores” e o mais recente que eu assisti foi “Perfect Sense” (Sentidos do Amor). Primeiramente, você já imaginou sua vida sem os cinco sentidos? Eu também não! Acredito que tenha sido por isso fiquei tão impressionada com esse filme, ele abalou todos meus sentidos e foi uma experiência incrível, poucos filmes conseguiram produzir esse tipo de efeito comigo.

E é meio a uma epidemia que o relacionamento da epidemiologista Susan (Eva Green) e o chef de cozinha Michael (Ewan McGregor) acontece. O caos começa aos poucos, assim como o romance entre o casal.

O primeiro sintoma surge quando as pessoas começam a chorar compulsivamente, ainda sem entender direito o motivo, Susan é chamada pra investigar o caso, e ela e outros cientistas tentam desvendar o mistério, pois logo em seguida as pessoas perdem o olfato. Tudo vira um caos quando se constata que toda população aos poucos passa a apresentar os mesmos sintomas, inclusive Susan. Durante esses acontecimentos, ela conhece Michael, desiludida com o amor e triste com o término de um relacionamento, ela resolve dar uma oportunidade pra ele depois de muita insistência dele.

Os dois se entendem muito bem, apesar das situações vivenciadas pelo casal. Michael também perde o olfato e todos tentam se adaptar a nova realidade e apesar de tudo conseguem. Porém, outros fatos continuam acontecendo, pois a epidemia não para com a perda do olfato e as pessoas antes de perderem os outros sentidos passam a vivenciar situações extremas, no entanto, não dá pra descrever todas, pois o interessante é assistir mesmo, por exemplo, antes de perderem o paladar, elas comem tudo que enxergam pela frente, tudo se torna comida, a fome é descomunal e desesperadora.

E a população já prevendo o que acontecerá tenta se adaptar de alguma forma novamente, pois não existe nenhuma esperança de cura e com isso o futuro se torna incerto para a humanidade. Durante esses acontecimentos a paixão entre Susan e Michael torna-se avassaladora é como se ambos precisassem desesperadamente estar sempre juntos durante os catastróficos acontecimentos, porém, os sintomas atingem o relacionamento do casal de uma maneira inesperada.

Não posso acrescentar mais nada, a não ser que o final é o mais desesperador e lindo que já vi no cinema, sei que posso estar sendo exagerada, no entanto, foi isso que senti. Provavelmente esse filme abalará profundamente as pessoas que assistirem. Duração: 92 minutos

Elda Rodrigues


Blogueira, tradutora, revisora, redatora, professora e pau pra toda obra. contato: michele_silvalima
@yahoo.com.br

Próximo
« Prev Post
Anterior
Next Post »
Comentários
6 Comentários
6 comentar
avatar

Ah Eldinha parece que é um daquele filmes que a gente chora horrores!!! fiquei muito curiosa sobre o filnal do filme. Caramba como será ficar sem nenhum sentido? Minha nossa perder o tato deve ser o pior de todos!!!

Responder
avatar

Eu tenho medo de filmes assim, fortes!!! Sou meio froxa, confesso!!!

Mas achei tudo instigante, desafiador!!!

Responder
avatar

boa dica. seu espaço é joia. abraços lamarque

Responder
avatar

Se assistirem terão a sensação de perda dos sentidos, e a combinação de ficção cientifíca com romance deu muito certo.

Responder
avatar

Não tenha medo Pandora, enfrente-o e assista, aposto que não se arrependerá.

Responder
avatar

Até agora eu estou pensando qual seria o pior Mi.

Responder