Dobradinha Heigl

Nessas férias eu consegui assistir a dois filmes da atriz que mais amo e odeio: Katherine Heigl! Amo porque ela sempre foi o meu personagem preferido em Grey’s Anatomy e odeio porque ela saiu da série pra fazer filmes medíocres! Bom, nem todos são medíocres, mas ultimamente ela tem feito uns tão água com açúcar que me faz pensar que talvez ela até tenha se arrependido de ter saído da série.



O primeiro que vi é um desses bem “Sessão da Tarde”, eu gostei, mas é bem fraco para uma atriz do porte dela. “Como agarrar meu ex-namorado” é uma comédia romântica que mistura policial e ação. Stephanie Plum (Heigl), após ser demitida do emprego de vendedora de lingerie, acaba trabalhando como “caçadora de recompensas” na empresa do primo. Stephanie quer ganhar muito dinheiro no trabalho, mas isso é só uma desculpa pra perseguir seu ex-namorado, Joe Morelli (Jason O'Mara – super gostoso!), um policial foragido por ser acusado de matar um traficante. Joe é inocente, mas Stephanie Plum só quer saber da sua recompensa e levá-lo pra prisão, pra que ele possa ter um julgamento.

           

Claro que existe uma tensão entre os protagonistas, mas o mais engraçado é ver que a comédia romântica acaba se tornando um filme policial bem legal, com direito a reviravoltas no final da história. É um filme água com açúcar, perfeito pra assistir comendo chocolate! 



Já “O Amor Chega Suavemente” explora um pouco mais o lado dramático de Heigl. Marty (Heigl) é uma mulher que se muda com seu marido para a fronteira dos EUA com o México em busca de seus sonhos. Porém, ao chegar ao local seu marido morre abruptamente e Marty se vê totalmente desamparada. Para conseguir se manter viva, a moça acaba se casando por conveniência com Clark (Dale Midkiff ), que precisa de uma mãe para sua filha. O filme é bem bonito e mostra o envolvimento dos dois viúvos e principalmente a relação de Marty com a filha de Clark. Conquistar Missie não é fácil, principalmente porque sua nova mãe ainda está de luto e é bem diferente da menina, mas tudo isso torna o filme em um bom drama. Só achei que ela casou rápido demais, mesmo sendo por conveniência, além disso é importante ressaltar que o filme é uma das adaptações do primeiro livro de romances religiosos da série "Love Comes Softly", de Janette Oke. Entretanto, o filme não tem um tom fortemente religioso e de modo geral “O Amor Chega Suavemente” é bastante interessante e com boas atuações. 

             Infelizmente não encontrei o trailer legendado
         

Então fica a dica de dois filmes bem diferentes da Heigl! Quem quiser um romance deve optar por “O Amor Chega Suavemente” e quem quer um comédia com estilo policial deve assistir “Como agarrar meu ex-namorado”, dois filmes bastante agradáveis para ver nas férias, que aliás, está acabando!

Michele Lima

Blogueira, tradutora, revisora, redatora, professora e pau pra toda obra. contato: michele_silvalima
@yahoo.com.br

Próximo
« Prev Post
Anterior
Next Post »
Comentários
4 Comentários
4 comentar
avatar

Eu acho que na duvida vejo os dois com chocolates e lencinhos, porque nunca se sabe quando a TMP ataca e até selinho te emocionam. Não conheço a atris porque não acompanho séries, mas confio em seu gosto Mi!

Responder
avatar

Acabando? rss a minha ainda nem começou! kkk greve é fogo, nao vejo a hora de me formar pra ter um periodo de descanso. Não tenho férias de verdade desde q comecei a me preocupar com a monografia. Gostei das dicas de filme, acho que fico com o segundo pq se não for muito boa, a comédia é um pouco sacal. beijos!

Responder
avatar

Greve é fogo mesmo Alê, a faculdade entrava em greve um ano sim e outro sim kkkkkkkk

Vejam os filmes meninas e depois me contem!

Responder
avatar

Percebi que ela está produzindo seus próprios filmes, não assisti o seriado, mas já assisti alguns filmes e acho que ela está fraca, os roteiros são péssimos quem sabe ela melhora, ela é talentosa, mas não me animo muito não...

Responder