A Casa Monstro


Eu adoro animações e pouco me importa se as pessoas acham que é coisa pra criança, mesmo porque algumas são bem adultas! E eu sou mega medrosa para ver filme de terror, mesmo sendo uma animação infantil, como A Casa Monstro (Monster House, 2016)

Sr. Epaminondas é um homem rabugento que não deixa ninguém se aproximar de sua casa e um dia ao tentar afastar as crianças acaba tendo um infarto, sendo levado ao hospital. DJ, o garotinho protagonista da história, e seu amigo Bocão acabam escutando várias histórias sinistras sobre a casa do vizinho e por isso tentam a qualquer custo impedir que Jenny Bennett, que está vendendo doces do Dia das Bruxas, passe por lá. E nisso os três acabam se envolvendo com a Casa Monstro, que nada mais é, do que uma casa “possuída” por uma alma humana. Mais especificamente a esposa do Sr. Epaminondas.


Constance era um senhora que vivia sendo motivo de piada por causa de seu peso e até era atração de um circo. Depois de ser casar com Epaminondas, a mulher até vive momentos felizes, só que acaba sofrendo um acidente durante a construção da casa. Motivada pelo ódio de perder a vida pelo acidente provocado por crianças que faziam bullying com ela, a alma de Constance se funde com a casa, deixando-a realmente assombrada. Interessante notar que o pobre Epaminondas só queria a felicidade da esposa e proteger as crianças do local. Destaque também para a babá de DJ, Zee, que finge ser pedagógica, mas só trata mal o coitado do protagonista.

A crítica especializada adorou o filme e até fazem comparação com Goonies, claro que num estilo animação sobrenatural. Certamente eu não senti medo vendo o longa, embora seja super medrosa, mas a animação tem bons elementos do terror, misturado a aventura e um sobrenatural mais infantil que agrada e diverte.


Os personagens são divertidos, precisam lutar contra os próprios medos e o trio protagonista lembra inclusive um pouco o trio do Harry Potter, já que DJ e Bocão são amigos leais e Jenny é a garota inteligente. Claro que esses traços de personalidades não são exclusivos de J.K. Rolling, mas cabe comparação.

Resumindo, A Casa Monstro tem personagens sarcásticos, inteligentes e acaba sendo uma excelente animação!

Michele Lima
Próximo
« Prev Post
Anterior
Next Post »
Comentários
5 Comentários
5 comentar
avatar

Oi, Michele!
Também adoro animações, e isso eu não escondo de ninguém! hahaha
A Casa Monstro é muuito legal mesmo, lembro que quando minha irmã era menos, era viciaaaaaaaada nesse filme, assistia quase todos os dias ahhaa
Beijoss
www.vidaemmarte.com.br

Responder
avatar

Olá, Michele.
Eu não sou muito fã de filmes de animação, com algumas exceções. Mas gosto de assistir de vez em quando, vai entender hehe. Esse eu gostei bastante e não tinha pensado nessa coisa do trio hehe. Achei o filme bem engraçado em algumas partes.

Blog Prefácio

Responder
avatar

Oi, Michele, tudo bem?

Eu não gosto muito de ver animações. A última animação que eu vi por livre e espontânea vontade foi Procurando Nemo. Aí ano passado eu assisti Frozen, pq meus sobrinhos encheram meu saco. hahahahaha

Mas fico feliz que vc tenha curtido.

Beijo
- Tamires
Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

Beijo
- Tamires
Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

Responder
avatar

Assisti poucas animações na minha vida e A Casa Monstro foi uma delas, na qual acho um filme muito bom.

Beijos, Vanessa
http://amamosaleitura.blogspot.com.br/

Responder
avatar

Eu assisti esse filme há anoooooos e confesso que não lembrava nada do enredo
Ler sua crítica me fez "reviver" e ter vontade de assisti-lo de novo ♥
Também amo/sou animações e os incomodados que se retirem kkkkkkk

Beijos,
Kemmy - Duas Leitoras| CONCURSO CULTURAL: escolha um nome, ganhe prêmios

Responder