Scandal


Eu havia prometido a mim mesma nunca mais ver nada da Shonda Rhimes, não depois dela ter matado um certo personagem em Grey’s Anatomy e também porque me cansei da Shonda fazer drama com morte de personagens queridos, que falta de criatividade! No entanto, eu pequei e comecei a ver Scandal!

Às vezes eu penso que a série não é da Shonda, ninguém de importante morreu! E é claro que a maldita ainda consegue nos viciar em sua história! Tudo bem que às vezes fica se repetindo o mesmo problema, afinal, a Olivia Pope (Kerry Washington), a protagonista, tem uma paixão secreta que no decorrer da série deixa de ser secreta) com o presidente dos Estados Unidos!

Olivia é uma gerenciadora de crises e juntamente com sua equipe resolve todos os tipos de problemas! Só que a série é muito mais do que isso, é sobre os podres dos personagens, suas mentiras, seus escândalos! E ninguém se salva, ninguém mesmo! Todo mundo tem um podre escondido! E na primeira temporada o problema gira em torno de Quinn (Katie Lowes), uma mulher que integra a equipe de Olivia, mas tem um passado que esconde, uma passado que está diretamente relacionado a Olivia. Depois temos vários escândalos na série que envolvem o Presidente Grant (Tony Goldwyn), a primeira-dama, Mellie (Bellamy Young) e sua obsessão pelo marido e pelo poder, Cyrus (Jeff Perry), chefe do gabinete, que é capaz de tudo para manter Grant na presidência, sem contar a equipe da Olive. Cada um precisou dela em alguma momento da vida, o que os tornam completamente leias a ela. 


O meu prefiro é Huck (Guillermo Diaz), ao menos até a terceira temporada, treinado para ser uma assassino, Huck se tornou um viciado em matar, mas que um dia foi salvo por Olivia. Huck tem um passado surpreendente e já passou por muita coisa na vida. Abby (Darby Stanchfield) no começo é uma personagem chata, mas quando se envolve com David (Joshua Malina) passa a ser muito mais interessante! E não tem como não gostar de Grant, o cara é lindo, poderoso e ainda aceita deixar a Casa Branca por amor a Olivia! Em contra partida, a primeira dama é um nojo, mas na terceira temporada a gente descobre que Mellie já suportou muita coisa por Grant, muita mesmo.

É difícil falar muito sobre série sem soltar spoilers, mas a cada episódio a gente se envolve mais, é chocante saber quem é o pai da Olivia, o que Grant fez na marinha, o que Mellie já passou para ajudar o marido, do que Cyrus é capaz de fazer em busca de poder e quando eu digo que ninguém se salva, é ninguém mesmo. Nem a protagonista se salva porque aceitou fazer algo ilegal para ajudar o presidente, talvez o mais ingênuo seja James (Dan Bucatinsky), marido de Cyrus, mas aos poucos até ele fica corrompido. Até mesmo David que é o personagem mais honesto na série, acaba cedendo ao fingir que não vê o que a equipe de Olivia faz.


Enfim, é um série que prende, cheia de revelações, que vai contando o passado dos personagens aos poucos e no final fica muito difícil não se viciar, mesmo que a gente odeie Shonda Rhimes!

Michele Lima
Próximo
« Prev Post
Anterior
Next Post »
Comentários
1 Comentários
1 comentar
avatar

Oi, Mi!
Que blog lindo, amei!
Então, eu vejo muito comentários positivos sobre essa série, mas a falta de tempo nunca me deixa ver. Mas agora fiquei mega curiosa pra saber desses segredos chocantes, então vou me adiantar pra ver!
Adorei a resenha e indicação!
Xôxo
Borboletas de Papel | Fanpage

Responder